quarta-feira, 30 de julho de 2014

Deixando de ser amor...



            Às vezes o amor deve ser isso mesmo um desespero, um querer além do ser. Esperando afago, mas deixando o livre, para ser quando bem quiser. E esse querer é o desespero do meu início na prosa, uma ânsia pro agora, não permitindo partir, confundindo a presença com destino. Sufocando os amantes, desfazendo laços, esgotando a alegria, por fim virando dor e deixando de ser amor!


                   Tauana Raio de Luar
                  #tauanaraiodeluar