segunda-feira, 14 de julho de 2014

As semelhanças de Deus, Jah, Jeová ou o nome que queria dar...





           Eu não sei se ele é mais parecido comigo, ou com o meu cachorro. Não é minha vaidade, mas somos igualmente bondosos. Podemos brigar pelo prato de comida, mas a cada divergência da vida, ou o não do erro, pois somos seres fracos e falhamos, simplesmente esquecemos os desaforos, e se aconchegamos, eu no abraço apertado, o meu cachorro enroscando suas orelhas e seu corpo, abanando o rabo só pelo fato da presença. 
            Ai, ficamos nós dois fitando a estrada, reparando nos falatórios dos vizinhos, ele nos latidos dos cachorros, e pensando. Como tem gente que pode ser tão malvada, ele na inocência sem intender tanta raiva. A conclusão que chegamos, é que Deus é um pouquinho de tudo, ou nada tem a haver com este mundo. Porque nos dois somos de alma boa, mas o vizinho deveria ser é proibido de viver neste mundo.
              E não acredito em um Deus ruim, pois nos dois somos bons, fico só pensando como Jeová, Jah, Deus, o nome que queira dar, olhando sua semelhança já sem amor, vergonhosamente se acabando em um mundo cruel e sem proposito. Que olhar triste deve ter Deus pensei, e ficamos nos dois olhando a vida, como Deus deve fazer, e pensando tenho filhos bons, tenho filhos ruins mas no fim ninguém a de ser perfeito, foi o risco que corri aos torna-los únicos. 



                            Tauana Raio De Luar
                             #tauanaraiodeluar